sábado, 14 de novembro de 2015

[Enfeitiçados, entediados e Confusos] O Conselho de Sentinelas e As Potenciais




"No princípio havia a Terra e a Terra era habitada por Demônios. Então vieram os homens e os homens decidiram usar uma garota para combater os Demônios. Ela foi acorrentada à Terra e recebeu poderes especiais para a tarefa." E assim se deu a raiz da relação entre o Conselho de Sentinelas e as Caça-Vampiros. 

A introdução acima é parte do episódio Get I Done (Faça o serviço) da sétima temporada de BTVS em que recorre ao passado para tentar deter um inimigo sempre presente. O Primeiro Mal. Assim ela dá de cara com os Primeiros homens que fizeram de uma simples garota a Primeira de uma linhagem sagrada. Estes homens chamamos de Homens das Sombras

Como puderam notar nas colocações, a palavra Primeiro e seus derivativos foram usados para explicar um pouco da história de importantes, porém nem tão agradáveis assim, personagens do Buffyverse. 


O Conselho de Sentinelas historicamente fica localizado na Grã-Bretanha, e é uma organização dedicada a encontrar, treinar e o mais importante para eles, supervisionar as Caçadoras. Ao longo dos anos, todo seu conhecimento, Organização e Metodologia, chamou a atenção de vários membros que se tornaram obcecados por Ordem e disciplina. 

Tornara-se cada vez mais arrogante e egocêntrico, acreditando-se ser a autoridade suprema enquanto as Caça-vampiros eram apenas suas ferramentas. Sendo assim, eles poderiam dispor como quisessem das garotas, que a seus olhos, teriam de ter uma vida totalmente dedicada ao seu dever sagrado. Em outras palavras, não era permitido a nenhuma delas uma vida civil e muito menos social. Treinadas apenas com um instinto: o de caçar e matar (Demônios e suas ramificações apenas!). Por toda esta descrição, fica fácil eleger Kendra Young, a caça-vampiros chamada depois da primeira Morte de Buffy, como a queridinha dos homens de terno e gravata e as mulheres de blazers e cabelos impecáveis. 

O Conselho: arrogância como figurino

Kendra fazia a linha "obedecer sem questionar" e assim obtinha um considerável sucesso em sua missão até encontrar Buffy e sua vida mais flexível em Sunnydale. A começar por namorar um vampiro, algo que ela deveria matar e não amar; ter uma turma de amigos; ser uma estudante com direito a ter sido Líder de torcida; e possuir uma insolência jamais vista diante de seu Mentor. Para Kendra, tudo isso era um pecado mortal e não foi a toa que Buffy chegou a morrer.....


E é neste detalhe da Morte das Caçadoras que se dá a espinha dorsal do trabalho do Conselho. Se para cada Caçadora que morre há um Mentor, a recíproca é verdadeira. Para relembrar, Merrick foi o Primeiro Mentor de Buffy (pra quem assistiu ao filme de 1992). Ele acabou sendo morto e assim Rupert Giles foi enviado para Sunnydale juntamente com Buffy para dar continuidade ao treinamento da última Caçadora e quando Faith foi chamada após a morte de Kendra, coube a Giles cuidar das duas Caçadoras até que o Conselho enviasse outro Sentinela sem ser uma louca com delírios de Poder e grandeza. 

Gwendolyn Post surgiu em Sunnydale com uma Filosofia totalmente diferente não só de Giles, mas de como todo o Conselho. Ela teria de ser a nova Sentinela de Faith, depois que a última fora morta por Caquistos, um vampiro muito velho e forte. 


Já de cara, Gwendolyn bate de frente com Giles, tentando fazer com que ele se sinta desprestigiado de suas funções. Admito que são até momento engraçados, mas que escondiam a verdadeira intenção da mulher. Antes de partir dessa para melhor (ou pior), a megera abre os olhos de Faith quanto aos novos amigos, dando início a reviravolta da personagem. 

O desastre com Post faz com que o Conselho resolva testar Buffy, tirando seus poderes. Neste tempo, a aproximação paternal de Giles com ela tornou-se uma sentença imperdoável para eles, e assim o Sentinela foi demitido de suas funções dando lugar a Wesley Wyndam-Price, o inglês mais britânico do grupo, ou seja, aquele que mais seguia as regras sem ao menos questionar. Wesley faria o trabalho em que Giles “fracassou”. Cuidar de Buffy e Faith, e assim como seu antecessor, também fracassou na missão, pois não inspirava nenhuma respeito por parte delas, que sempre recorriam ao antigo Mentor para resolver as questões. 

Cansado de ser ultrajado, Wesley decide interferir nas intervenções de Buffy e Angel para com Faith. O resultado de seu trabalho neste tempo foi desastroso, afastando-o ainda mais do convívio com suas Caçadoras.

Wesley sempre teve a sombra de Giles

Assim como Giles, Wesley foi criado em meio a um legado de Guardiões, mas diferente de seu conterrâneo, ele não questionava até levar um “NÃO” de Buffy e perder a função. Em ANGEL, Wesley aprendeu com sua última Caçadora a se “auto graduar”, ao reparar o erro com Faith protegendo-a juntamente com o vampiro de serem eliminados do chamamos de “Força Bélica do Conselho”. Homens que sujavam as mãos para manter a Ordem dos Homens de ética impecável. 

Um do Conselho dos Vigilantes questiona a lealdade de Wesley

O Conselho de Vigilantes é uma pequena organização dentro do próprio Conselho incumbidos de alguns dos aspectos mais desagradáveis do trabalho, como interrogatórios, contrabando, e, se necessário, assassinatos. E como Faith era uma Caçadora problema não demorou muito para ser o alvo predileto deles. Angel viria no pacote, mas Wesley agiu a tempo, salvando aquele que aprendeu a admirar mais do que seus antigos aliados. 

"Combati mais o Mal trabalhando para ele do
que na minha missão dentro do Conselho

Quando Buffy enfrentava seu maior desafio tendo que proteger sua irmã de alguém que não conhecia, Giles recorreu ao Conselho, que visitou Sunnydale na tentativa de descobrir algo de Buffy. A Caçadora teria de passar por novos testes, e se tivesse sucesso, eles contariam a despeito de Glory e Giles teria seu emprego de volta. No fim, Buffy saiu campeã, mesmo não sendo a “vitoriosa” da questão. Ela colocou o Conselho em seu devido lugar, mostrando que sem as Caçadoras, eles não são nada além de uma monte de pilhas de livros e papéis burocráticos. 

O teste de Buffy foi mais revelador para o Conselho do que pra própria

Outro encontro interessante entre Buffy e o Conselho se deu em Get I Done. Ela foi até a raiz da questão e mais uma vez se fez superior ao deixar claro a covardia de homens que recorreram a um Poder Demoníaco para fazer de uma garota a ferramenta de destruição para eles. Neste processo, ela rejeitou o mesmo Poder que a Primeira Caçadora obteve, e teria de enfrentar agora as consequências dessa decisão. 

Os Homens das Sombras: as raízes do Conselho

A fase de rebeldia tanto das Caçadoras quanto dos Mentores esteve longe de ser o fim do Conselho. Esse se deu quando o Primeiro, ou chamado Mal original declarou guerra à linhagem das Caçadoras depois que Buffy ressuscitou. Através de Calleb, o Conselho foi para os ares em Never Leave Me dando início à grande Batalha Final. 

Pra entender melhor, quando Willow e cia arrancaram Buffy do paraíso, interrompeu o ciclo tradicional de “em cada geração há uma escolhida, que só pode assumir quando a anterior morre”. Todo o equilíbrio foi abalado quando Buffy ressuscitou, permitindo ao Primeiro agir sem os paradigmas da histórica balança mística que define a linha entre o Bem (O Conselho e as Caçadoras) e o Mal (os Demônios). Para encerrar de vez a linhagem criada pelos Homens das Sombras, o Primeiro decidiu caçar e matar todas as garotas com potencial para ser a nova Caçadora. Giles foi o responsável para reunir todas estas garotas pelo mundo depois de saber que seus Mentores estavam sendo assassinados. O Mentor de Buffy lhe confiou a tarefa, desafio, missão de proteger as últimas sobreviventes. 

As Potenciais em treinamento: trabalho de Buffy

A relação de Buffy com as chamadas Potenciais não era das melhores, afinal, a Caçadora pensou que deveria manter uma certa distância dessas meninas marcadas para morrer. A regra era não se envolver muito, pois a morte caminhava lado a lado, a todo instante com cada uma delas. Faith e seu jeito “louco de ser” pareciam bem mais atraentes aos olhos das meninas. 

As diferentes personalidades de Buffy e Faith entraram
em choque novamente quanto as Potenciais

Ela fazia um tipo diferente de Buffy, que enquanto bancava a “General”, perdia espaço para a aproximação mais fácil de Faith, que entendia melhor que as potenciais mostravam-se como meninas jovens e assustadas com a nova realidade de suas vidas. Marcadas para morrer, algumas se foram sem nem ao menos saber o porquê. Isso acabou gerando uma certa animosidade entre Discípulas e Mentora, criando personagens distintos aos olhos do público. 

As Potencialmente favoritas

- Amanda (Sarah Hagan): era a mais corajosa do grupo. 
Não teve medo de assumir a posição que agora tinha.



Chao-Ahn (Kristy Wu): de origem asiática, era a mais 
engraçada do grupo por não compreender a língua do restante. 



- Violet (Felicia Day): ainda tímida, carregava consigo 
o fato de ser a mais carismática do grupo.



- Molly (Clara Bryant): inteligente e de personalidade 
marcante, deixou boas lembranças entre as colegas. 




As Potencialmente indesejáveis

- Kennedy (Iyari Limon): a mais odiada do grupo veio 
para ser a substituta de Tara, um dos personagens mais queridos 
e por tabela ganhou a antipatia dos fãs com seu jeito audacioso



- Rona (Indigo): era a mais chata da turma. 
Demorou para entender a importância de sua missão 
e parecia ser a mais indisciplinada também



- Chloe (Lalaine Vargas): mal teve tempo de demonstrar 
sua insegurança que se tornou covardia. Foi tarde....



- Eve (Amanda Fuller): esta está “perdoada”. Afinal, 
a coitada nem teve tempo de saber se seria amada ou odiada. 
Ainda assim, o que ficou foi a impressão da personificação 
do Primeiro, mal por tabela.....




Um novo Conselho

A história da relação entre as Caçadoras e o Conselho seguiu os quadrinhos. Quando os Scoobies o reconstruíram depois da guerra fizeram em melhores circunstâncias. Assim, o novo Conselho é muito mais moral e ético, em contraste com a ambiguidade moral do original.

No respaldo da batalha com o Exército do Primeiro e da destruição da Boca do Inferno, começa o processo de reconstrução. O trabalho a ser feito é considerável, especialmente à luz da criação de centenas de Caçadoras ativadas em todo o mundo. Nessa nova estrutura Giles é o seu novo chefe e está treinando Andrew Wells como um novo Sentinela. Para quem não se lembra, Andrew assumiu este papel quando chegou ir até Los Angeles na quinta temporada de ANGEL atrás de Dana, uma potencial que foi internada num Sanatório por conta da ativação promovida pela Magia de Willow.

Andrew desafiando Angel como um Sentinela: "Ela é nossa agora!"

Por fim, apenas três membros do Conselho sobreviveram aos ataques do Primeiro: Rupert Giles; um conhecido para ele chamado Robson; e Roger Wyndham-Pryce, o Pai de Wesley. Como se vê, a arrogância às vezes cobra muito caro o seu preço. Ainda assim, esta base forma um dos mais instigantes personagens dentro do Universo de Buffy. 

5 comentários:

  1. Aspecto interessante esse do conselho, Flávia (é um serviço ininterrupto, mesmo se um sentinela ou caçadora morrer, rapidamente um suplente é designado)

    Agora como será que o conselho consegue identificar quem é uma caçadora em potencial no momento que ela nasce? Será por algum feitiço de localização de caçadora em potencial?

    Será que existe membros caçadores do sexo masculino (será que o personagem Holtz, de Angel, se encaixaria nisso?)??

    Seus posts estão cada vez melhores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada William.

      Sinceramente não sei qual a estratégia do Conselho neste sentido, mas acredito que seja sim através de magia. Talvez a mesma que a Willow usou. Lembra que em Potential ela fala que o Conselho encontrou uma nova Caçadora em Sunnydale? Então provavelmente deve ser isso.

      Caçadores homens, não sei se o Holtz se encaixaria, pois ele me pareceu ser apenas um humano que queria livrar o mundo dos Monstros. Angel é um caçador masculino, pois recebeu a missão pelos Poderes que Valem.

      Excluir
  2. Flávia, essa questão dos homens das sombras era bem confusa pra mim, mas agora está mais clara rs. Lembrei agora desse episódio que eles oferecem mais poder a ela e é uma cena muito forte. Tem aquelas luzes e me parece um estupro. É bem complexo, como tudo no Buffyverse.

    E os sentinelas? Eles são designados, um dever sagrado como as caçadoras? Porque eu estou revendo o seriado ai na primeira temporada o Giles fala que lembra quando o pai dele disse que ele seria sentinela e fiquei meio confusa rs

    E que analise das potenciais, hein? Pra mim a que mais marcou foi a Kennedy, porque não gostava dela rs.

    Adoro as vezes que ela põe o conselho no lugar rs. Principalmente na quinta temporada quando eles não querem dar as informações da Glory.

    Muito bom =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah, eu esqueci de falar. Porque depois que a Buffy morre na quinta não aparece outra caçadora? E porque esse lance de ressuscitar ela favoreceu o primeiro mal? Que eu não entendi muito bem rs

      Excluir
    2. Obrigada Graziella. Respondendo as suas perguntas. Existe um equilíbrio entre as Forças do Bem e do Mal no mundo, assim como na vida e na morte. Quando Buffy é ressuscitada, Willow quebra este equilíbrio. Não existe mais a Ordem das coisas, o Mal quer reivindicar a posse completa do mundo. Para isso, ele ataca a Ordem que protege a humanidade dele, representados pelo Conselho e as Caçadoras.

      Pelo que eu entendo, o Bem e o Mal coexistem como um "acordo em comum". Existe uma linha nisso, e quando esta linha é quebrada ou ultrapassada, a balança entra em desequilíbrio. Em outras palavras, Buffy deveria ter permanecido morta. Era a hora dela, mas a intervenção de Willow não permitiu.

      E sim, os Sentinelas são como as Caçadoras, eles também tem um legado.

      não aparece uma nova Caçadora porque já existia a Faith, que está presa em ANGEL.Essa é outra questão complexa pra mim, pois Faith não poderia ficar presa, afinal, o mundo precisava de uma Caçadora. E a melhor maneira dela se redimir era apenas lutar pelo Bem como acabou fazendo tempos depois. É a minha opinião, embora não seja de acordo com as Leis judiciárias kkk

      Espero ter esclarecido suas dúvidas querida. Abraços

      Excluir

Obrigado pelo seu comentário! Continue nos acompanhando!