sábado, 17 de setembro de 2016

[Mais uma vez com sentimento] 10 Episódios para não esquecer: Parte 1






Amigos Caçadores, já falamos por aqui dos episódios de Btvs e ANGEL que todo fã gostaria de esquecer. 

Agora chegou a hora de apontar os grandes episódios do Buffyverse, aqueles que todo fã quer se lembrar pra sempre. E para começar, os melhores e mais inesquecíveis episódios de Buffy:


Primeira Temporada Episódio 07


Buffy está cada vez mais balançada pelo aliado misterioso e seus sentimentos em relação a ele chegam a um momento decisivo onde revelações sobre o rapaz podem mudar as perspectivas dessa relação. Giles e seus amigos são afetados de uma maneira diferente, e no fim, são surpreendidos. 


Se a primeira temporada foi a mais criticada pelos aspectos técnicos, o mesmo não se pode dizer pelos aspectos de construção. O mistério em torno de Angel é revelado com o clima misto de romance e suspense tornando a Mitologia em torno do personagem memorável. 


Segunda Temporada Episódio 14


A relação de Buffy e Angel alcança um outro nível e como consequência, o vampiro perde sua alma. Agora ele é uma ameaça que Buffy tem que deter, e ainda mais perigosa, pois sabe as fraquezas da Caçadora. Enquanto a turma lida com uma outra ameaça que pode extinguir a humanidade. 


Em todo seriado existe o que chamamos de "ritual de passagem" para os protagonistas e este foi o de Btvs. Aqui a Caçadora deixa pra trás sua inocência como guerreira e mulher, entregando-se a uma batalha que muitas de nós nos identificamos na época. Além de salvar o mundo, Buffy tinha de salvar a si mesma, recuperando a autoconfiança depois de ter sido destruída por quem mais amava. 


Segunda Temporada Episódio 21


Willow encontra o Feitiço de restauração para a alma de Angel traduzido por Jenny. Então, ela, Buffy e a turma resolvem elaborar um plano para a missão. Eles só não contavam com a astúcia do Vilão, que agora quer destruir o mundo. Para isso, ele terá de contar com a colaboração involuntária de Giles enquanto Buffy ganhará um aliado inesperado. 


Muitos só se lembram dos grandes momentos da segunda parte, a season finale. Mas se este início não tivesse sido tão brilhante, o desfecho seria minado de forma menos grandiosa. Os flashbacks da vida do jovem Liam e da excêntrica Drusilla foram uma primazia aos olhos dos fãs, bem como o vislumbre do momento do chamado de Buffy. Tudo isso entre cenas, diálogos e prólogos inesquecíveis. 


Terceira Temporada Episódio 18


Buffy é infectada com o sangue de um Demônio telepata, podendo assim ouvir todos os pensamentos a seu redor. Neste processo, ela descobre que um atirador ameaça o Sunnydale High mobilizando toda a turma a fim de encontra-lo. Já Angel precisa encontrar o Demônio para o antídoto de uma condição que pode matar Buffy. 


Era quase o fim da Era Colegial e seguindo esta premissa, os roteiristas nos brindaram com um episódio inesquecível em que o pano de fundo foi uma das metáforas mais bem elaboradas de sofrimento dos estudantes dentro de um Colégio. Temática bem apropriada para a época em que os Colégios americanos viviam sendo alvo de atiradores. Contexto rico e atual.  


Quarta Temporada Episódio 10


Quando os habitantes de Sunnydale perdem a fala, cabe a Buffy e a turma investigar o que pode ter ocorrido ao mesmo tempo em que um grupo de Demônios resolve invadir a cidade. Neste tempo, Willow ganha uma nova amiga do grupo de Bruxas da Faculdade e os segredos guardados por Buffy e Riley vem à tona. 


Uma perfeita alusão ao cinema mudo, possui poucos diálogos basicamente calcado em expressões e momentos que devem ser apreciados como terror ou drama. Fantástica, a trilha sonora dita toda a atmosfera de suspense neste episódio tão aclamado que recebeu até uma indicação ao Emmy!


Quarta Temporada Episódio 21


Depois de descobrir as armações de Spike, Buffy e a turma se unem novamente para lidar com Adão e seus planos. Para isso, eles invocam um Poderoso Feitiço que dá a Buffy poderes que nem imaginava que pudesse ter. 


Depois de uma temporada de mudanças tanto para os fãs quanto para a turma, tudo é condensado de forma empolgante neste episódio que manteve a essência sobrenatural do seriado sem deixar de lado a Poderosa essência humana. Elementos que fazem de Buffy uma Caçadora única, mostrada ao logo de toda a temporada. O contato de Buffy com a origem dos Poderes místicos da Caça-Vampiros foi perfeito e seria explorado com mais propriedade nas temporadas posteriores. 


Quinta Temporada Episódio 16


Uma inesperada notícia abala o mundo de Buffy em casa. Agora ela contará com a força de Giles e dos amigos para lidar com a perda de um importante elo entre suas vidas. 


Com um formato diferente de séries de mesma temática, impressionou até mesmo os críticos especializados que colocaram Sarah Michelle Gellar na Lista de grandes atuações da Tv naquele ano. Nenhuma série conseguiu captar tão bem o sentimento de perda. As emoções naturais captadas de cada personagem e a falta de uma trilha sonora ditou o ritmo do episódio, tornando sua realização um clássico.


Sexta Temporada Episódio 07


Quando Xander evoca involuntariamente um Demônio na Loja de Magia, toda a cidade fica entorpecida pela música, saltando para fora os sentimentos ocultos de cada um. 


Expressões em forma de música foi mais uma ideia genial do autor, que fez desse clássico entre os fãs o ponto chave da temporada. Além de Buffy, outros personagens brilharam intensamente diante de todo o fechamento de suas dúvidas e inquietações mostradas até este momento. Simplesmente brilhante! 


Sexta Temporada Episódio 17


Ainda tentando se acostumar a nova vida, Buffy é infectada por uma poderosa toxina demoníaca que a faz transitar entre o mundo de Sunnydale e o mundo que para ela, seria o mais real, mesmo que fosse uma moça com problemas mentais. 


O episódio mais perfeito de acordo com a trajetória de Buffy, a garota que só queria ser normal de novo antes de ser a heroína que conhecemos. O peso das responsabilidades, uma irmã mística e problemática, amigos superpoderosos e Monstros da Boca do Inferno quase ficaram para trás na vida da Caçadora, que teve de ser mais heroica possível pra recuperar sua sanidade nesta trama de roteiro impecável. 


Sétima Temporada Episódio 22


Enfim, chegamos a batalha final entre A Caçadora, seus amigos e o Primeiro Mal. Tendo o Sunnydale High como cenário principal, Buffy liderou seu Exército contra as Forças do Mal e a intervenção providencial de Willow fez a vitória final. 


Depois de sete temporadas, somos levados a um desfecho grandioso do seriado. Além das batalhas, cenas marcantes mostraram o enlace de todos os personagens com suas características mostradas ao longo da jornada de cada um. Embora não tenha sido de forma perfeita para os fãs que tiveram de lidar com importantes perdas, ao menos teve um final digno e seguro. 

4 comentários:

  1. Excelente! Não consigo escolher o melhor entre estes episódios!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil mesmo. São incríveis!

      Abraços recíprocos

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a L Melo, são episódios complexos de decidir os Tops; mas já que é pra escolher os melhores dentre os melhores fico com o Primitivo (4° Temporada, em que colocou Buffy de igual para Igual para vencer Adão, e a ligou com a sua origem heroíca); o episódio musical que tem o título desta seção ( da 6° temporada - Mais uma vez com sentimento; e desfecho Escolhidos (season finale da 7° temporada)

    Seleção Inesquecível, Flávia!!!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário! Continue nos acompanhando!