quinta-feira, 10 de setembro de 2015

[Coração Solitário] Angel, uma serie injustiçada?

Por ``William´´ Gunn

Atualizado em setembro/2015

   Na estréia da seção Coração Solitário, trouxe essa questão que jamais se poderia pensar que aconteceria com a serie do vampiro com alma. Apesar de ser bem aclamada pelo publico estadunidense, a serie Angel não tem esse mesmo retorno pelo público brasileiro. Logo revelarei melhor sobre isso!





OUSADIA E CONSAGRAÇÃO NA TV AMERICANA

   De maneira despretensiosa, Angel foi roubando a cena e se destacando na serie Buffy, inicialmente como um personagem misterioso; em seguida como um vilão de fúria despertada, até se tornar um co-protagonista com características de um cavaleiro misturado com a de um príncipe perfeito para a protagonista Buffy. Porém devido ao destino do vampiro (que não pode experimentar a felicidade, como amar alguém) junto ao seu sucesso que ia aos poucos ofuscando ao da caça-vampiros; Joss Whedon, consegue a oportunidade (leia-se US$$$$$$) para desenvolver um projeto independente das aventuras da caçadora, e assim o faz, pondo em prática a serie Angel em 1999.
   Ainda preocupado sobre o fato de Angel fazer sucesso ou não, Whedon articulou para que a 1° temporada desse uma pequena importância aos crossovers (encontros) com personagens da serie-mãe (Buffy), como forma de convidar o público de lá a acompanhar a saga do vampiro em Los Angeles; no que resultou em sucesso (principalmente os crossovers com Buffy). Ainda sim, Whedon juntamente com David Greenwalt (que também ajudou a criar a serie), foram aos poucos acrescentando elementos independentes que não eram vistos em Buffy (que tem um clima meio terror/comédia/anos 80), como elementos de investigação, enfoque em lutas com/sem armas e uma carga dramática. Resultado: a serie conseguiu se desprender de Buffy totalmente e seguir com autonomia em cinco temporadas de sucesso nos EUA.



MAL APROVEITAMENTO DA EXIBIÇÃO NO BRASIL

   Chegando ao Brasil entre 2000 e 2001, a serie Angel teve uma exibição medíocre na TV aberta (pela Rede Globo), inicialmente no horário nobre, às sextas-feiras, semanas depois indo para as terças, até parar nas madrugadas como tapa-buracos televisivo até 2005 (que é algo que a Globo adora fazer com as series que possui, exibindo episódios aleatórios antes de retirar do ar e deixar na ``geladeira´´ para não ceder à concorrente). Nem deu tempo para o número de telespectadores crescer.
   Já no canal Fox, pelo menos as duas primeiras temporadas foram exibidas regularmente; mas com a transição para o canal The WB (pertencente à Warner Bros), houve mudanças em horários de exibição, provocando a parcial perda do público que estava acostumado a determinado horário (mas mesmo assim, segundo alguns fãs que acompanharam na época, chegaram a exibir todas as temporadas, inclusive dubladas em PT/BR).


Angel preocupado com a possível popularidade limitada no Brasil, em relação
a Buffy.



 DESDÉM PELA INTERNET & MÍDIAS BRASILEIRAS

   Se passou quase uma década desde o fim da transmissão original de Angel na TV (19/05/2004), e daquela época para agora, sua existência se mantém na memória de uns, e apresentados como novidade a outros fãs graças a internet. E agora retomando aquela questão deixada no primeiro parágrafo deste post, o que se nota atualmente, é que a maioria das comunidades virtuais, páginas de redes sociais e dedicatórias em sites e blogs estão voltadas para a serie Buffy, e não para Angel. Mas por que será??
   No tópico anterior, você leu que Angel teve uma exibição mal aproveitada no Brasil... Bom, pessoalmente creio que isso refletiu na preferência do público brasileiro; pois a serie Buffy foi mais valorizada por aqui do que o seu spin-off: Teve exibição em horário nobre por mais tempo que Angel (tanto no canal FOX como na Rede Globo), foi exibida em duas emissoras de TV aberta (Globo e Rede TV), enquanto que Angel ficou somente na Globo (na maior parte, de madrugada), e teve menos temporadas distribuídas em DVD (somente duas contra cinco de Buffy).
      A serie mal era divulgada (exceto pela Fox e a Globo) pelos veículos de comunicação do país e nas poucas vezes em que foi mencionada, era para ser alvo criticas negativas. Revistas e jornais se preocupavam em destacar o que de negativo eles achavam que o seriado passava quanto a mensagem ao público.
   Como consequência, muitos fãs somente se preocupam em compartilhar, comentar e debater por algo que marcou/assistiu mais, fazendo com que fotos, discussões, sinopses e reprises sejam totalmente voltadas a serie Buffy (que foi mais aproveitada no Brasil), do que com Angel (que teve um mal aproveitamento por aqui). E em outros casos, somente porque uma pessoa comenta que a serie Angel é horrível, uma outra pessoa (que nunca a assistiu na vida) cai na síndrome da ``Maria vai com as outras´´ e cria uma enorme repulsão com a serie do vampiro solitário sem mesmo se atrever a assistí-la.


A popularidade das series Angel e Buffy no Brasil, reflete na enfatização de uma serie
e o desdém da outra.


Foto: Graziela Zanfra
Tudo bem que a serie Angel, é uma história ficcional em que alguns aspectos (como 
à justiça e combate à criminalidade) não condizem com a realidade social que vivenciamos quanto
aos mesmos aspectos. O revoltante é que essas mídias só aparecem para falar mal da serie, algo
que não ocorria tanto com a serie Buffy


UM CONVITE 

   Um aspecto que é constante no ser humano, é ter resistência em conhecer o novo. Apesar disso, convido a vocês fãs, que tem uma admiração fervorosa pela serie Buffy, e que ainda não conhece a serie Angel (seja por falta de tempo, ou porque alguém disse que não valeria a pena), a assistir a 1° temporada completa. Após acompanhar os 22 episódios, me diga a sua opinião (se vale a pena continuar vendo as temporadas seguintes, ou prefere ficar na serie Buffy mesmo)! Bom por hora é isso. Fui!!!


UMA MOTIVAÇÃO A MAIS NESSE CONVITE

Como ainda um dos principais empecilhos dos fãs em assistir a serie completa, é porque a dublagem não está disponível em todas temporadas, ajude a campanha que tenta fazer com que a Netflix inclua Angel com a dublagem clássica nas cinco temporadas, é só solicitar no Chat de Atendimento ao Cliente e sugerir a serie Angel. Não precisa ter cadastro no site, e quem é assinante deve entrar em contato o quanto antes para fazer esse pedido!

12 comentários:

  1. William meu querido, adorei o texto e como sempre vai de acordo com aquilo que eu penso também. Mentes pensando juntas kkkkkk Eu posso falar de acordo com minha experiência pessoal, pois também era desse grupo de não acompanhar Angel por não ter tido oportunidade. Me lembro que comecei a assistir numa Sexta-feira na casa de uma tia em horário nobre na Globo. Depois todos sabem o que houve. Me perdi por anos tanto em Buffy quanto em Angel. Acredito que este seja um dos motivos bem retratados por você neste post.

    Na minha época era realmente difícil acompanhar, mas hoje com transmissões on-line e etc, não há dificuldade alguma para os fãs. Claro, se for fazer uma comparação dos personagens de Buffy com os de Angel, os de Buffy são muito mais populares, mas se formos analisar o porque deles serem tão mais populares, cairemos nestes fatores bem citados. Eu, se tratando de Buffy e Angel eu prefiro Buffy, não só em relação a Angel, mas em relação a qualquer outro seriado, no entanto, assisto Angel com gosto, pois sei que faz parte do universo que tanto amo. Por isso fico triste quando alguns fãs abrem oportunidade para outros seriados que não tem nada a ver, mas nem dão oportunidade a Angel que é “da casa”. Lembrando que isso não se trata de uma crítica a preferência de ninguém, pois cada um sabe de si, apenas uma constatação sobre tudo que acompanhamos.

    Enfim, como sempre faço colocações incisivas sobre o Buffyverse e já reforçando o convite do William para os fãs. Deem uma chance a Angel, não apenas aos episódios crossovers com Buffy, pois estão perdendo a oportunidade de acompanhar um dos melhores seriados já exibidos na TV. Não foi atoa sucesso nos EUA, muito mais que muitos seriados por aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado querida Flávia pelas considerações! Acredito que uma das prioridades do The Slayers é tentar atrair o público de Buffy a conhecer melhor o seu bem sucedido spin-off (que infelizmente não foi valorizado como se deve no Brasil).

      E como o portal deve explorar o inexplorável, deve-se dar um zelo à serie Angel que, como você disse com profunda sabedoria, faz parte do mesmo universo de Buffy!

      Excluir
    2. Gostei do "profunda sabedoria" querido, obrigada pelo carinho, mas é mais experiência mesmo de tantos anos de Buffyverse.
      Espero sinceramente que sua postagem toque os fãs

      Abraços

      Excluir
  2. Particularmente falando, gostei muito da série. Na minha opinião, é uma das melhores que já assisti e o público deveria sim valorizar a serie Angel. Conhecer a história do vampiro com alma e sua trajetória e não só ter a idéia de ser só um spin-off, mas uma serie de peso tanto quanto Buffy que também é uma excelente série.

    ResponderExcluir
  3. Realmente Anônimo, os fãs de Buffy que não acompanham Angel, estão desperdiçando uma oportunidade de acompanhar uma serie equivalente em qualidade com aquela que o criou (a serie-mãe: Buffy). Tomara que, com os esclarecimentos desse post, muita gente possa mudar o conceito!

    ResponderExcluir
  4. É uma pena essa injustiça estar acontecendo. A pouca exibição se compararmos com buffy, teve forte influencia, mas mesmo assim voces devem resgatar as coisas ligadas a angel para a galera se interessar e assistir.

    ResponderExcluir
  5. Com certeza Laercio! E é por isso que estamos tentando dar uma maior ênfase à posts sobre Angel, pois Buffy já é uma serie querida por natureza, e que os fãs ainda tem uma resistência em acompanhar o seu spin-off!

    ResponderExcluir
  6. Li a crítica que está no Jornal e me pareceu risível. Além de ser muito mal escrita, parecia redação de alguém do ginásio, provou que a pessoa não entendeu nada de Angel. Pobre mídia brasileira que sempre faz o gênero "Não vi, não gostei"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mal sabe essa equipe jornalística Flávia, que essa serie é uma das campeãs de público e críticas não-pejorativas nos EUA!

      Excluir
    2. Pois é Flávia, eu vi esse texto na minha apostila do cursinho e era uma questão de gramática - -'
      Saiba William, que eu não assisti ainda por falta de tempo, viu? haha Eu pretendo assistir um dia =D
      Eu quis assistir Buffy porque tinha uma breve noção de sua existência, mas só fui descobrir que a série Angel existia este ano... Ela foi realmente desvalorizada por aqui!

      Excluir
    3. eu achei o texto muito mal escrito mesmo. Por um pessoa que não sabe do que tá falando e não sabe escrever também.

      William, vou confessar que fiquei surpresa ao saber de todo o sucesso de ANGEL nos EUA, justamente por este desdém aqui no Brasil. Buffy é mais famosa por aqui e vou confessar mais uma vez que demorei também pra assistir ANGEL, pois era muito mais ligada em Buffy e como não tinha muitos recursos além da TV (que em nada ajuda), ficava difícil pra eu acompanhar mesmo.

      Hoje tem exibições on-line, mas eu preferi comprar os DVDs, porque minha Internet não é tão boa assim pra assistir não. Assim pude acompanhar melhor e tecer meus comentários.

      Excluir
  7. Em 2017 e ainda há esperanças da série sair na Netflix. Haverá um ensaio fotográfico para comemorar os 20 anos de Buffy. Talvez David Boreanaz se sobressaia e a Netflix "descubra" a série Angel por trás do David.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário! Continue nos acompanhando!