segunda-feira, 27 de junho de 2016

[Retrospectiva Analítica] Angel, a serie - 4ª Temporada

Por:





Trailer da quarta temporada:






Título original e brasileiro: ANGEL
Temporada 04: 06/10/2002 a 07/05/2003
Precedida pela Terceira temporada 
Sucedida pela quinta temporada




Elenco Principal: 

David Boreanaz 
Charisma Carpenter 
Alexis Denisof 
J. August Richards 
Amy Acker
Andy Hallett
     Vincent Kartheiser 



Elenco Coadjuvante: 

Sthepanie Romanov 
Daniel Dae Kim
John Rubinstein
Vladimir Kulich
Gina Torres


Participações Especiais:

Julie Benz
Laurel Holloman
Alexa Devalos
Eliza Duskhu
Alyson Hanningan








Basicamente a quarta temporada começa de uma forma diferente das anteriores. Ao invés de mostrar o retorno dos personagens realizando algo aleatório antes da trama principal, a história é retomada 3 meses depois do ponto em que a terceira temporada se encerrou: Connor e Justine (ex-discípula de Holtz) executando a emboscada que culminou com Angel sendo acorrentado e jogado dentro de um caixão blindado ao fundo do mar em Los Angeles.

Angel em pânico, preso no fundo do mar


A Fanggang está segregada: Cordélia foi chamada ao céus para se tornar uma divindade; Wesley se afasta do grupo após adquirir a inimizade de Angel; Lorne viaja para Las Vegas; e Gunn & Winnifred seguem na busca pelo vampiro desaparecido.

Voltando a falar de Wesley, de alguma forma ele consegue capturar Justine Cooper e encarcerá-la em seu apartamento. Sabendo que ela tem relação com o desaparecimento de Angel (certamente uma informação obtida através de informantes), Wesley a obriga a acompanhá-lo na embarcação numa travessia à alto-mar para mostrar o ponto exato em que jogou o caixão.

O Guindaste do barco então puxa o caixão imergido, e Wesley rapidamente o abre e verifica que Angel está fraco. O nosso herói não morre instantaneamente com o enclausuramento e imersão no mar; porém sua atividade cerebral é afetada pela falta de sangue e ele sofre com um lento processo de decomposição que vai enrugando sua pele e o deixando muito fraco. É um pouco estranho isso acontecer com um vampiro, tendo em vista que ele já está biologicamente morto (essa questão não ficou muito clara no episódio!). Wesley tenta reanimar Angel com sangue animal, porém sem sucesso. Lorne aparece para dar uma força a Wesley, que com o seu próprio sangue, ele alimenta e consegue reanimar o vampiro. Nesse momento ocorre a última cena em que Justine é vista na serie.



Linwood tem a cabeça decaptada, e sua suplente, Lilah,
assume a chefia na W&H

Enquanto isso na sede da Wolfrang & Hart, os executivos chefes discutem o desastroso investida contra nossos heróis na temporada anterior, e no meio do debate Lilah e o então chefe Linwood ''trocam alfinetadas'' sobre o assunto. Eis então que Lilah (com o alvo de um sócio majoritário da W& H) elimina Linwood ativando uma navalha que decepa sua cabeça. A partir daquele momento, Lilah assume o comando daquela seção que lida diretamente com a Angel Investigações. Seu rival Gavin Park fica internamente perplexo.

Indo para o Hyperion, Gunn e Fred acabam descobrindo toda a trama de Connor e Justine contra Angel, e deixam o filho do vampiro fora de combate. Logo Wesley traz Angel ao hotel e vai embora (preferindo estar afastado da equipe) deixando-o aos cuidados de Gunn e Fred. De repente, Connor consegue desamarrar os cordões que o prendiam, e nocauteia Gunn e Fred; porém Angel surge na sua frente e com palavras e imposição rígida de um pai, consegue deixar o filho quieto. Desabafando ofensivamente seu sofrimento de 3 meses preso no mar, Angel encerra a conversa expulsando Connor do Hyperion.

A partir desse momento, ocorre a gradual reaproximação entre Wesley com a Fang Gang, após o turbulento rompimento visto na temporada anterior devido a chegada de Connor.



A linda e elétrica Gwen deu certo trabalho à Fang Gang

A temporada engrena e Angel quer a todo custo localizar Cordélia que sumiu indo aos céus, sem dar satisfação a ninguém. Eis que ele fica sabendo que poderá localizar aonde quer que ela esteja através do Eixo de Pítia; e na busca pelo artefato místico, o vampiro nota que ele também objeto de interesse de Gwen. uma jovem ladra profissional que possui a anomalia de estar carregada literalmente de eletricidade em todo o seu corpo e isso lhe priva de tocar diretamente em qualquer pessoa, pois pode matá-la (é praticamente uma mistura da anti-heroína Mulher-gato, com o personagem Raiden do Game Mortal Kombat com a personagem Vampira dos X-Men, ela dá choque ao invés de absorver os poderes do outro). Após travarem uma batalha, Angel leva a melhor a contra Gwen (e de que quebra, ele ainda teve o coração reanimado depois do choque que ele tomou uma carga elétrica). No fim, o esforço em buscar o artefato contribuiu de alguma forma para trazer Cordélia de volta, porém em estado de amnésia.



Angel tentando se reaproximar da ainda assustada
e desmemoriada, Cordélia

Assustada e com a memória afetada, Cordy se afasta de Angel, e decide se refugiar com Connor em seu apartamento. O vampiro ainda tenta uma reaproximação com a desmemoriada, porém sem sucesso; até que decide dar um tempo estando longe dela. E paralelo a isso Cordélia começa a ter visões e pesadelos com uma criatura grande e misteriosa.


No final do episódio 09, menciona-se uma homenagem
à Glenn Quinn (que interpretou Doyle na 1° temporada,
e se afastou da serie devido à problemas com Drogas, falecendo na
semana em que o episódio foi lançado originalmente)

Mudando os personagens, o envolvimento carnal entre Wesley e Lilah torna-se mais intenso nessa temporada. Encontrando-se as escondidas de todos, uma troca de insultos entre lados opostos da batalha se tornou um vínculo carnal e um apoio afetivo em que um encontra no outro. Porém, apesar do tesão que sente por Lilah, Wes continua apaixonado por Winnifred, e isso fez romper essa ''aventura'' com a sua inimiga advogada.


Professor Siedel tenta novamente jogar Fred numa outra dimensão
depois da 1° vez que o fez (para Pylea)

Falando agora sobre outro casal (Winnifred & Gunn) o amor continuou firme e forte, até que um acontecimento acaba desestabilizando o relacionamento. Após descobrir uma nova teoria inovadora no campo da Física Quântica, Fred é convidada pelo professor Siedel (seu docente na época da faculdade) para expor sua descoberta em um seminário. Porém enquanto fazia sua apresentação, um misterioso buraco dimensional surge diante dela para sugá-la adentro. Após ser salva por Gunn e Wesley, Fred entra em estado de pânico, pois essa mesma fenda dimensional a levou para Pylea anos atrás. Logo iniciou-se uma investigação por ela e Gunn, que culminou na descoberta de que o professor Siedel é o autor da armadilha, pois ele sentia uma inveja doentia de seus jovens alunos que faziam descobertas inovadoras na física, e para se apoderar dos achados, ele secretamente invocava a abertura de buracos dimensionais para sugar esses estudantes prodígios para dentro. Após novamente tentar sugar Fred para dentro do buraco, ela se desvencilha e e pretende matar Siedel com uma arma de fogo; porém Gunn (querendo evitar que ela carregue a culpa por matar uma pessoa), quebra fatalmente o pescoço de Siedel e o joga dentro da fenda dimensional, que se fecha em seguida. O que era pra ser uma sensação de justiça sendo feita, acaba se tornando uma insatisfação por parte de Fred, que se chateou pela atitude de Gunn.

Aos poucos, aqueles momentos de afeto e carinho que Fred e Gunn nutriam mutuamente desapareciam (mais por iniciativa da moça que ainda se chateara pelo que o então namorado fez). Simultaneamente, Wes começa a se aproximar da jovem , como um conforto emocional para ela. Gunn nota a recíproca que ela está tendo com Wydam-Price, e decide romper com Fred.


A monstruosa ''Besta'' surge dos chãos, no exato ponto 
em que Darla pariu Connor

Episódios adiante, surge do chão de Los Angeles diante de Connor e Cordélia uma criatura bem forte e horrenda, intitulada de A Besta, que os golpeiam. Sem explicação, esse monstro começa um verdadeiro massacre em determinados pontos de Los Angeles. Angel & Equipe tentam enfrentá-lo inicialmente, mas a força dessa besta é impressionante em que arrebentam todos um por um, fazendo-os recuarem o contra-ataque. 

Após arrebentar nossos heróis, A Besta usa os cadáveres que aniquilou, em forma de sacrifício, para produzir uma magia em que abre uma especie de vórtex nos céus de L.A. iniciando assim um período de escuridão na cidade (um eclipse permanente).


Em meio ao apocalipse e temendo o fim, Cordélia decide se entregar
a Connor na cama

Enquanto isso, Connor (também ferido pela Besta) refugia-se com Cordélia em seu apartamento. Observando o início do apocalipse (escuridão predominante e chuva de meteoros), Cordélia presume que o fim de tudo está próximo, e por ver o empenho que Connor faz em protegê-la comete um ato que surpreende a todos: vai para a cama com Connor (para apresentá-lo como se ama uma pessoa antes que tudo acabe). A imagem dos dois copulando vai se afastando e de repente do outro prédio, está Angel observando tudo e não consegue esconder a raiva que está tendo por ver seu filho na cama com a 1° mulher (depois de Buffy) que está começando a se apaixonar.

Nos episódios seguintes, vemos um eclipse solar permanente em Los Angeles. Os vampiros locais e os forasteiros descobrem que o sol foi bloqueado por tempo indeterminado aproveitam para fazer um banho de sangue pela cidade. Enquanto isso, a Besta prosseguindo com seus numerosos massacres perante os seres humanos. O monstro invade o prédio da Wolfrang & Hart, e inicia uma sangrenta carnificina de todos os funcionários (incluíndo o principal rival de Lilah: Gavin Park). E falando em Lilah, ela escapa por pouco fugindo por uma secreta saída de emergência.



Os mortos pela Besta ressuscitam como Zumbis
com o propósito de matar os vivos que estão no prédio

Enquanto que Lilah escapa do prédio da W & H (que estava vedado em todas as entradas e saídas devido a esse estado de calamidade), Connor (semi-recuperado) decide adentrar ao edifício e confrontar sozinho a Besta, Angel fica sabendo da atitude e decide buscá-lo na companhia de seus aliados. Ao adentrar ao local, eles se dividem, e logo Connor é encontrado por seu pai. Em seguida, eles começam a ser perseguidos pelas pessoas mortas pela Besta que reanimam na forma de zumbis (isso é parte daquela clausula contratual da W&H, em que a pessoa mesmo depois de morta pertence à firma para sempre).

Eles se reagrupam numa sala e agora pensam num modo de evacuar o prédio; porém os zumbis começam a cercar essa sala, e Angel lembra que existe uma saída que ele conheceu outrora: a sala branca da W&H (que é um tipo de portal interdimensional que pode teletransportar todos para fora dali). Então eles fazem uma formação de contra-ataque para passar pela numerosa barreira de zumbis, chegam ao elevador, Angel decifra o código secreto para chegar ao andar secreto e assim o faz.



Angel e os outros chegam à sala branca da W&H

Angel e os outros chegam à sala branca, e observam A Besta sugando as energias de uma garotinha (que na verdade é uma entidade maligna na forma humana). Logo o monstro se vira e se dirige até os heróis para terminar a carnificina, mas no último instante, a garotinha reune as últimas forças para teletransportá-los para o hotel Hyperion. Cordélia vai recepcioná-los e toma uma dura resposta fria de Angel, que ainda não se conformava que ela foi para a cama com Connor.

Episódios adiante, Cordélia revela que está esperando um filho de Connor (numa única oportunidade que ele teve de ir pra cama com ela). O filho de Angel fica atordoado, mas logo se empolga com a idéia de ser pai, e de quebra adquiriu aquela síndrome da ''superproteção'', um pouco parecida com que Angel teve enquanto sua cria ainda era um bebê na temporada passada.

Paralelo à inesperada gravidez de Cordy, Angel & Equipe tentam encontrar uma forma de deter a Besta, desde tentar descobrir alguma escritura que revele seu ponto fraco, até seguir seus rastros. Após descobrirem algumas pistas devido a informantes de Lorne, eles tentam chegar até as criaturas (quatro totens que permitem a luz solar na Terra) que podem ajudá-los nessa missão, porém quando está prestes a encontrá-los, elas estão mortas, e se perguntam como a Besta (que está eliminando qualquer ameaça que possa baní-lo) conseguiu chegar primeiro do que eles.

Os episódios vão passando e a trama vai ficando mais surpreendente. Quase sem esperanças de encontrar algo para deter a Besta, nossos heróis arriscam uma alternativa ousada: trazer Angelus de volta (pois eles souberam que no passado distante, o vampiro mortífero e o monstro formaram uma aliança, antes da Besta ser banida). Assim, com a ajuda de um monge, Angel é colocado em estado inconsciente para que sua alma seja retirada do seu corpo.


Wes segura o recipiente que se 
encontra a alma de Angel

Durante um tempo, nós telespectadores nos empolgamos com uma história que não aconteceu, aonde ocorre um final feliz em que nossos heróis triunfam sobre a Besta sem precisar trazer Angelus de volta, tudo graças a um golpe de uma espada especial. Porém na sequência, revela-se que tudo não passava de um sonho e que Angelus retorna a ativa. O espírito de Angel foi colocado em um receptáculo místico e guardado atrás de um cofre secreto na biblioteca do Hyperion.


Angelus consegue persuadir Fred, que fica numa enrascada

Preso em uma jaula altamente reforçada, Angelus começa a ser alvo de um intenso interrogatório feito por Wes, que estava querendo obter informações pertinentes sobre como deter a Besta; porém Angelus tenta desviar o assunto usando sua perssuasão para que possa ser libertado das grades (e quase consegue isso um tempo depois, iludindo a ingênua da Winnifred).


Cordélia surpreende e ataca mortalmente Lilah

Reviravoltas ocorrem e os remanescentes da Fang Gang sentem que precisam trazer Angel de volta e que foi um erro devolver o seu lado maligno; mas quando vão até o receptáculo com o espírito do herói, ele não se encontra mais lá. Enquanto isso, num instante de distração, Cordélia vai até o porão ao encontro de Angelus, é persuadida e o liberta (achando que tinha recuperado sua alma). Logo o cruel vampiro, nocauteia Cordy, e começa uma intensa perseguição à Lilah pelo Hyperion (que estava lá, e não sabia que Angel tinha se tornado Angelus). Quando pensava que tinha escapado do vampiro, de repente Cordélia surge por trás de Lilah e perfura seu pescoço com uma lâmina. Angelus sente o cheiro de sangue e vai até Lilah (que indefesa vai perdendo os sinais vitais, enquanto o vampiro vai sugando seu sangue e vampirizando-a). Wesley entra em estado de choque pela morte de Lilah, e decide decaptá-la com sua próprias mãos antes que ela se torne uma vampira. Em seguida Angelus, deixa o hotel, e todo o público se pergunta: Cordélia passou pro lado do mal?

A partir daí, começamos a compreender que Cordélia parece não ser ela mesma, e que algo a está manipulando. E com isso, Connor (naquela síndrome de superpai) começa a ser influenciado por Cordélia a fazer tudo que ela quer (inclusive até a matar uma inocente jovem virgem, episódios adiante).

Com Angelus e a Besta soltos em Los Angeles, Wes, Gunn Fred e Lorne tentam um plano C. Enquanto Wesley vai até a Caçadora Faith (que tem uma dívida de gratidão com Angel), buscando-a no presídio fora da cidade, Fred telefona para Willow (a única pessoa que conseguiu restaurar a alma de Angel). 


Angelus confronta a Besta

Angelus ''brinca' de esconde-esconde'' com Faith

Concentrados no saguão do Hotel, Faith começa um plano de contra-ataque para achar Angelus. Executando esse plano, Faith e os outros localizam Angelus, e após um difícil confronto, a Besta é morta por Angelus (com a lamina da espada vista no sonho) e o vampiro consegue dominado graças a esperteza de Faith em ter injetado em si uma substancia narcótica e ter deixado Angelus beber um pouco do seu sangue dopado, em seguida deixando-o em coma. A Caçadora também fica inconsciente. A luz do sol paira novamente em Los Angeles.



Duelo de magias: a bruxa Willow e semi-demônio/divindade Cordélia

Trazendo Angelus de volta ao hotel e o aprisionando na jaula, Willow chega para restaurar a sua alma. A poderosa bruxa tenta com sua magia, não consegue captá-la, e descobre que a alma de Angel está presa em algum recipiente. Daí percebemos que o receptáculo que ele se encontra está com Cordélia (que está escondida em seu quarto). Willow tenta com sua magia, buscar esse essa alma, mas Cordélia usa seus poderes de divindade para confrontar essa interceptação. Por sorte, Willow consegue quebrar o vidro e liberta a alma de Angel (que volta ao seu corpo). Irritada pelo que houve, Cordélia ordena o manipulado Connor a matar Angel (ainda incosnciente), mas no último instante, Faith (recuperada após estar entre a vida e a morte) aparece e evita a ação. Angel desperta, e uma ponta de esperança está de volta. Missão de restaurar Angel cumprida, Faith e Willow vão embora rumo à Sunnydale, e em seguida Cordélia revela a sua barriga gestante diante de todos.

Com Angel de volta ao time, o grupo começa a investigar o porque de Cordy ter ficado gestante nível avançado em tão pouco tempo. Essa busca acaba levando Angel a travar um combate com Skip (que se pensava ser um bonzinho demônio que guiou Cordélia aos céus na temporada anterior).

Mais adiante, uma armação é feita para desmascarar Cordélia, e nossos heróis descobrem que Cordélia é quem estava manipulando a Besta e que é hospedeira de uma entidade sobrenatural ainda mais poderosa. Connor cada vez tomado pelo ódio e obsessão em proteger Cordélia a qualquer custo, está para matar uma jovem virgem, e nem mesmo a aparição do espírito da sua mãe, Darla, foi capaz de evitar que ele tirasse uma vida inocente para satisfazer a vontade da ex-heroína da Fang Gang. 

Angel chega ao local para acabar com o banho de sangue e deter Cordélia. E quando está prestes a matá-la, ela finalmente dá a luz; mas o que era pra ser um bebê, na verdade surge uma mulher adulta de rosto cativante. Cordélia em estado de coma profundo.




A Felicidade hipnótica de Jasmine contaminam nossos heróis


Essa mulher passa a se intitular Jasmine, que afirma que sua missão é trazer felicidade à humanidade. Porém percebemos que Jasmine na verdade está hipnotizando a população (inclusive nossos heróis) fazendo com que eles entreguem suas almas para alimentá-la (e ela faz isso em grande escala). Porém em um lance inesperado, Fred descobre a verdadeira identidade de Jasmine, ao entrar em contato com o sangue dela (aonde a hipnose é quebrada e vemos com uma aparência decomposta e desagradável).

Ao perceber que Fred descobriu sua real identidade, Jasmine ordena uma perseguição a ela pelo povo de L.A.  (inclusive por seus amigos da Fang Gang). Após reviravoltas, Fred consegue quebrar o encanto em Angel, e aos poucos com os outros (exceto Connor, que parece gostar da circunstância de estar adorando Jasmine). E assim começa a investida final.

Sendo perseguidos por quase toda a população da cidade (liderados por Connor), nossos heróis começam uma frenética fuga que vai dos esgotos de LA (em que se deparam com um grupo de rebeldes anti-Jasmine) até uma outra dimensão de estranhas criaturas que tiveram seu mundo destruído por Jasmine. 


Angel vai até uma dimensão sombria e monstruosa 
para buscar uma forma de derrotar Jasmine

Enquanto Wes e os outros estão mantidos como reféns de Jasmine, Angel está nessa dimensão em busca de respostas sobre como deter a nova inimiga. Daí ele descobre que a única forma de detê-la é pronunciando seu verdadeiro nome (que não é Jasmine, mas uma outra nomenclatura que até hoje não entendi como se pronuncia). Após bater em alguns monstros, nosso herói retorna à Los Angeles, chega até Jasmine e lhe mostra a cabeça de um desses monstros que emite a pronuncia do seu verdadeiro nome. Diante de todos a verdadeira aparência de Jasmine é revelada e o feitiço hipnótico é quebrado.


O golpe final em Jasmine

Carregando uma profunda ira, a horrenda Jasmine começa a descontar sua raiva em Angel nas ruas de L.A. Porém de forma surpreendente, Connor aparece e no vacilo de Jasmine, a golpeia mortalmente na cabeça. A inimiga é derrotada, e Connor (com um semblante inexpressivo) sai correndo afastando-se de seu pai.

Voltando ao Hyperion, Angel contava a todos a vitória sobre Jasmine; quando de repente Lilah aparece diante de todos (na verdade a versão Zumbi de Lilah, pois ela foi decaptada  naquele lance da perseguição em que Angelus a vampirizou). Dessa vez ela surge para revelar que eles são os novos sócios da Wolfrang & Hart, após derrotarem Jasmine e trazerem o caos ao obterem isso.



A Fang Gang chega ao seu novo aposento: o prédio da W&H

Na último episódio da temporada, Lilah faz um pequeno passeio com a Fang Gang para mostrar como será daqui pra frente eles chefiando a Wolfrang & Hart (que teve todas as instalações e pessoal renovado após os estragos feitos pela Besta). Logo em outra parte, Connor aparece diante de Angel com uma bomba acoplada nele, em Cordélia (ainda em coma) e em alguns reféns. Pai e filho travam uma última luta, em que o vampiro leva a melhor, e após lamentar e declarar seu amor paternal, Angel degola fatalmente o pescoço de Connor com uma faca (pois temia que ele se tornasse um ser ainda mais vingativo depois de tudo que aconteceu durante a temporada).


Angel observa escondido Connor 
vivendo uma nova vida

De repente a tela fica branca e a cena volta para o saguão da W&H, em que Angel faz um trato com Lilah (ele topa chefiar a empresa, se Connor for ressucitado, tenha sua memória alterada e que ele cresça como um jovem normal). Com uma nova vida fantasiada misticamente pela W&H, Connor começa a levar uma vida normal com uma nova família, e a última cena mostra Angel observando seu filho com um tom de despedida.




ANGEL - A QUARTA TEMPORADA




PONTOS POSITIVOS

- O crescimento de Fred. A personagem perdida e frágil de Amy Acker deu lugar a uma Líder que manteve a equipe reduzida no caminho da luta contra o Mal. 




- Angel expulsando Connor de casa. Mesmo sendo um Pai amoroso, Angel não mediu esforços para educar seu filho mal educado. "Connor, eu te amo, mas saia da minha casa!"



- Lilah, a "Poderosa Chefona". Numa manobra de Mestre, a força mais nociva da Wolfram & Hart assume a posição de Líder. Uma bela representação do Poder Feminino numa série que para muitos seria machista por ter um protagonista masculino. 



- A Besta. Outro vilão que deu o que falar foi a Besta, o braço físico do verdadeiro inimigo da temporada. Sua conexão com Angelus, ajudou a trazer de volta um excelente personagem.



- Angel e Wolfram do mesmo lado. A velha expressão "o inimigo do meu inimigo é meu inimigo também" foi bem usada na trama mais bem elaborada do seriado. A Fanggang e a Diabólica Firma tiveram de unir forças contra um Poder bem superior.



- Angelus e o terror psicológico. Pode ser uma tática batida depois de conhecermos um dos vilões mais marcantes e charmosos do Buffyverse, mas as sequências em que arrasa com seus amigos por meio de palavras são simplesmente sensacionais!




- Faith e Willow. Duas marcantes personagens de Buffy aterrissaram na temporada para salvar a turma das garras de Angelus. Um dos pontos mais comemorados pelos fãs. 





- Darla, a mãe redimida. Além de Faith e Willow, outra grande personagem do Buffyverse deu as caras como a mãe redimida de seus pecados que tenta fazer com que seu filho Connor não vá por um caminho sem volta. 



- Angel, o Pai redimido. Um dos maiores sacrifícios do Vingador da Noite estaria por vir quando ele entrega seu filho a uma outra família dando-lhe uma segunda chance. 



- Wesley, Sentinela e Cavalheiro. Como um dos personagens mais fortes de ANGEL, a metamorfose de Wesley foi completa com enfim, o apadrinhamento a Caçadora Faith. E como um gentleman inglês, tentou salvar Lilah do Contrato de Perpetuidade com a Wolfram. Momentos em que se desenhou um dos maiores heróis do Buffyverse. 



- A season finale. Mesmo que tenha tido alguns buracos na história, o embate entre Angel e Jasmine rendeu momentos de profunda reflexão em meio a Guerra. Poderia os humanos continuar tendo livre arbítrio e usando isso para se destruindo? A Paz só se consegue por meio do Poder totalitário? Enredos e tramas que todo fã do Buffyverse poderia valorizar mais, pois é algo atemporal, protagonista dos tempos atuais. 

Conclusão: a quarta temporada de ANGEL aparou algumas arestas deixadas para trás na terceira temporada de forma muito coerente, mas sofreu com o mau aproveitamento de alguns enredos promissores, com casais ocasionais e com as condições de algumas estrelas (a gravidez de Charisma Carpenter) que obrigou a criar plots que não agradaram a aos fãs. 

Nota para a temporada: 7


5 Episódios que mais marcaram:


05 - Supersymmetry (Supersimetria):
Um dos grandes episódios da série nos trouxe as respostas sobre 
comoFred foi parar em Pylea. Após os fatos, ela e Gun, 
tiveram de lidar com terríveis consequências. 



07 -  Apocalypse, Nowish (O Apocalipse está chegando):
Depois de muitas voltas, enfim começa o despertar do enredo da temporada.
Cordelia consegue o auge de sua manipulação enquanto a turma 
tenta deter a terrível Besta anunciando o Apocalipse.



11 - Soulless (Sem alma):
A Besta torna-se um inimigo quase imbatível e para isso a turma
necessita de um novo jogador no time. Agora o velho e mau Angelus
terá de ajudá-los na missão, mas tudo indica que não será nada fácil



15 - Orpheus:
Considerado um dos melhores episódios da série, fechou a saga de
Angelus em alto estilo com as participações das adoradas Willow e Faith.
Além disso, ele acaba nos apresentando uma nova vilã para o final



21 - Peace Out (Paz para todos):
A verdadeira face de Jasmine é revelada para o mundo e o caos da 
desesperança toma conta da vida de todos, especialmente de 
Connor, que toma uma atitude drástica a frente do Pai. 







PONTOS NEGATIVOS

Em paralelo aos aspectos bons identificados pela Flávia, eu vou listar os pontos ruins que eu notei nesta temporada.


- O rompimento entre Fred e Gunn: francamente achei besteira a Fred causar esse mal estar todo só porque Gunn fez justiça ao matar o professor Siedel (um sujeito invejoso e maníaco que intencionalmente a jogou em Pylea). E ela ainda por cima vai deixando brechas para Wesley, fazendo o guerreiro dos subúrbios de LA decretar o fim do relacionamento.


- O destino de Lilah: tudo bem que em boa parte da serie, ela foi uma arqui-inimiga para nossos heróis; mas eu gostaria que esses encontros tórridos com Wesley fosse criando nela uma metamorfose que a trouxesse para o lado do bem, e formando oficialmente um casal com Wydam-Price. Acho que ela não deveria ter morrido no ataque de Cordélia e Angelus, e ressuscitado posteriormente como uma zumbi eternamente ligada ao alto escalão da W&H.

- O mau aproveitamento da Gwen: Taí uma personagem que reforçaria e muito o ''poder de artilharia da Fang Gang''. Gwen e sua fantástica eletricidade poderia ser uma pertinente ajuda no confronto a Besta e Jasmine. Não queria que ela participasse somente de episódios isolados da trama principal. E até que curti a química e o rolo que ela teve com o Gunn.


Conclusão: Apesar dos plots que não agradaram os fãs, eu curti bastante a temporada tanto pelos inimigos, quanto pelas reviravoltas que foram ocorrendo na trama principal. Acredito que o nível de curiosidade do telespectador em saber o que acontecerá no episódio seguinte, foi bem maior em relação às temporadas anteriores.

Nota para a temporada: 9

Um comentário:

  1. Sem dúvidas foi a melhor temporada..terminou de uma forma categórica bem diferente da catástrofe que foi o final sem nexo da 5º temporada

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário! Continue nos acompanhando!